"Histórias Infanto Juvenis da Tradição Africana" por Carlos Duarte


Porque as cobras trocam a pele

Quando Kalunga criou o mundo, não deixou a morte vir para a terra, onde moravam os seres vivos, mas a morte queria muito vir, insistiu com Kalunga, e kalunga acabou concordando, com a condição de a morte nunca levar os homens. 

Para defender os homens da morte, Kalunga confeccionou uma grande quantidade de peles para os homens, colocou num cesto, e entregou ao cágado dizendo:

- M’Baxi, vai entregar este cesto com peles aos homens, e conta para eles que eu autorizei a morte a ir para terra, mas para ela nunca os pegar, eu estou mandando estas peles novas, para os homens trocarem sempre que as deles já estiverem velhas. Assim eles ficaram sempre novos e a morte nunca os vai pegar.

O cágado pegou o cesto e partiu, mas como é um bicho muito preguiçoso, no meio da caminhada resolveu parar para dormir um pouco.

A cobra que ia passando em silencio, viu o cágado dormindo e foi espreitar o que ele levava no cesto. Viu que eram peles novas para trocar sempre que a pele ficasse velha, e levou o cesto com as peles para ela. 

O cágado, quando acordou e viu que o cesto tinha desaparecido, ficou com medo de ir dizer ao Kalunga, e só contou para os homens.

É por isso que as cobras, trocam suas peles sempre que estas ficam velhas, e é por isso que os homens têm raiva das cobras, e as matam sempre que as encontram.

“O preguiçoso sempre causa prejuízo aos outros!”

Carlos Duarte

(esta crónica é escrita em português do Brasil)

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.