Fruta da Época, by Cláudia Mataloto


A amora-silvestre é o fruto do arbusto vulgarmente designado como silva, que cresce de forma selvagem um pouco por todo o país.

A amora-silvestre é utilizada para a confeção de sobremesas, gelados, compotas e licores. A sua época de frutificação dá-se a partir de meados de junho até ao final de agosto.

Trata-se de um fruto rico em vitaminas A, B, E, K e C, minerais e fibras e é também um poderoso antioxidante.


Pannacotta de Baunilha com coulis de Amoras-Silvestres

Pannacotta de Baunilha
(14 doses individuais)
500 ml de natas
120 g de açúcar branco
10 g de açúcar baunilhado
1 colher de sobremesa de extrato de baunilha
8 folhas de gelatina

Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Aqueça ligeiramente as natas com o açúcar e a baunilha, sem ferver. Fora do lume acrescente as folhas de gelatina escorridas. Envolva e deixe arrefecer.
Coloque em formas individuais e leve ao frio.
Antes de servir desenforme. Coloque no prato de servir e cubra com o coulis.

Nota: Também pode optar por servir a pannacotta em taças de vidro e colocar o coulis por cima.


Coulis de Amoras-Silvestres
300 g de amoras-silvestres
140 g de açúcar para compotas
50 ml de vinho do Porto
1 raminho de hortelã
1 estrela de anis

Lave e limpe as amoras. Num tacho, misture as amoras com o açúcar, o vinho do Porto, a hortelã e a estrela de anis. Leve ao lume cerca de 5 a 7 minutos, de forma a não secar muito a mistura, que deve ter algum líquido. Triture grosseiramente com a varinha mágica. Deixe arrefecer.

Nota: O coulis é um molho feito de fruta e açúcar, normalmente triturado e filtrado. Neste caso, optou-se por não filtrar, para que se possa sentir a textura da amora.


Cláudia Silva Mataloto


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.