O Teatro e a minha opinião sobre os 'dias de...'

Teatro-minha-opiniao-sobre-dias-de-sweet-home-europa-palco
    Foto: Filipe Ferreira                 
Foi no passado dia 27 de março que, por todo o país, se assinalou o Dia Mundial do Teatro. Por aqui, as miúdas gostam muito de Teatro, não fossemos nós madrinhas do Grupo Cénico do GIPA.

E, um pouco por todo o país, se assinalou a efeméride. E eu gosto de efemérides!

Cada um tem direito a ter a sua opinião, claro, mas acho que estas reações 'inflamadas' que surgem a toda a hora nas redes sociais, a propósito dos 'dias de…' (tendo o último Dia da Mulher sido o melhor exemplo disso) são um bocadinho despropositadas e até, elas próprias, acabam por se enredar nas teias da discriminação.

É claro que todos os dias são dias da Mulher! Como também o devem ser das Crianças, dos Pais, das Mães, dos Avós, do Teatro, da Luta contra o Cancro, de Natal (não se diz que é quando o homem quer?!), da Árvore, do Ambiente, da Música… and so on!

A minha humilde opinião sobre este assunto resume-se a uma palavra: Humanidade! A questão maior não está nos 'dias de…', está numa crise de valores e princípios que a Humanidade vive atualmente. Há falta de Amor pela Humanidade. E isso é que é triste.

Por isso, como não gosto de me agarrar às coisas tristes e se há efemérides para assinalar seja o que for, por mim, são muito bem-vindas! É uma questão de ponto de vista, de querer encarar o dia como um marco positivo, ou optar pelo olhar negativo e alimentar ainda mais o tema. Eu, já há muito tempo, que me decidi pelo lado positivo! 😊


Teatro-minha-opiniao-sobre-dias-de-vinte-sete-cartaz

Assim, o que queria mesmo era falar-vos da 14ª edição do Vinte e Sete – Festival de Teatro, organizado pelo Teatro de Vila Real e o Teatro Municipal de Bragança, e que teve início, precisamente, no passado dia 27 de março e se realiza até 27 de abril.

Um mês inteirinho a enaltecer a tão bela arte do Teatro! Só para vocês! E do 'cardápio' fazem parte produções de Ensemble, da Red Cloud, do Teatro Nacional D. Maria II, da ACERT, do Teatro de Ferro, do Teatro da Garagem, entre outros.

Esta sexta-feira, 6 de abril, no Pequeno Auditório do Teatro de Vila Real, sobe ao palco, pelas 21h30, "Sweet Home Europa", de Davide Carnevali, com encenação de João Pedro Mamede, numa produção do Teatro Nacional D. Maria II.

Além das mostras, o Vinte e Sete – Festival de Teatro inclui workshops, tertúlias com o público, um Laboratório de Criação, para crianças dos 8 aos 12 anos, e mais.


Por isso, vamos abraçar estes 'dias de…' (todos) como algo positivo e, hoje, temos mais uma 'desculpa' para celebrar o Teatro! Ou também não se pode? Alguns dirão, e o cinema? E a música? Há lugar para todos! 😛

Susana Figueira

"Seet Home Europa" - Sinopse
"De onde vimos e para onde estamos a ir?
O abismo da relação entre dois seres humanos é a fronteira entre os países. Nesta fábula, o amor é o acto político que calibra o bem-estar económico da comunidade; cada indivíduo, a memória de um povo; o capital, o prato na mesa. “Sweet Home Europa” é um projecto da Europa em crise – sentimos o tremor da sua estrutura e é-nos revelada a sua singularidade. Davide Carnevale descreve o extremo em que a Europa se encontra, o crepúsculo, talvez o sítio de onde podemos de melhor de onde vimos e para onde estamos a ir, numa visão cáustica do sonho Europeu."

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.