Música e calor a sul com Os Dias do Jazz

Musica-e-calor-a-sul-com-Os-Dias-do-Jazz-armazem-ideias-ilimitada-mano-a-mano

Por aqui, achamos que jazz rima com calor. E como calor rima com Algarve, demos uma 'espreitadela' ao Festival Os Dias do Jazz, que decorre por estes dias em Faro.

Este evento, que já vai na sua 4.ª edição, além de uma programação diversificada, surpreende pelos locais improváveis onde se realizam os espetáculos.

Se já o Trio Jazz de Loulé já atuou com Mário Laginha no palco do Teatro das Figuras, o duo de guitarristas Mano a Mano (e os mocinhos são mesmo irmãos, tomem nota destes nomes: André e Bruno Santos) sobe ao palco no recém-recuperado Palácio Belmarço, esta 5.ª feira, 17 de maio, pelas 18h30.

Musica-e-calor-a-sul-com-Os-Dias-do-Jazz-armazem-ideias-ilimitada-cellosambatrio

Porém, e se na 6.ª feira, a música volta ao Teatro das Figuras, com a atuação de Jaques Morelenbaum e o seu CelloSambaTrio, com a participação especial de Paula Morelenbaum, uma das grandes vozes do país irmão, Brasil, o último dia tem reservada uma visita ao Pátio do Seminário Episcopal de Faro.

A atuação neste último dia de Festival Os Dias do Jazz cabe ao quarteto de Norberto Lobo (guitarra), que sobe ao palco com Ricardo Jacinto (violoncelo), Marco Franco (bateria) e Yow Tembe (trompete), em pleno coração da Vila Adentro.

Ora digam lá que jazz não rima com calor que, por sua vez rima com um pulinho até Faro?! Para mais informações sobre este Festival Os Dias do Jazz consultem a página oficial do Teatro das Figuras!


Susana Figueira


Musica-e-calor-a-sul-com-Os-Dias-do-Jazz-armazem-ideias-ilimitada-cartaz

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.