Uma rota, várias ilhas

Barra de Armona

Que saudades que eu tinha de me sentar no meu cantinho preferido (aqui em casa) e escrever para vocês. Nas últimas duas semanas andei a dar descanso ao corpo e à alma... bem ao corpo talvez não, já que fiz uma média e 9 km/por dia a pé (risos). Mas o registo férias é sempre mais calmo e descontraído. O grande desafio, agora, é manter este estado de espírito, porque é possível, mas muito trabalhoso. Facilmente entramos no registo do stress e da correria. Parece que colocamos as luvas de boxe e nos preparamos para lutar no ringue do tempo. Não quero isso para mim. Portanto o meu grande desafio para os próximos meses (que prometem!!) é manter este lado mais calmo e consciente que tudo se faz (e se calhar melhor) sem tantos níveis de desgaste e de loucura apressada.

Mas eu sei que muitos de vós ainda estão a banhos. Setembro é um excelente mês para tirar férias. Por isso quero partilhar uma experiência que vivi durante o meu momento de pausa e se vocês tiverem para os lados de Tavira, Olhão ou Faro podem fazer o mesmo - a "Rota do dia Todo" - Uma rota, várias ilhas

Rota do dia Todo

Fiz este tour com a empresa "Passeios Ria Formosa". O nosso guia foi o simpático Gui (Guilherme), filho da terra, apaixonado pelo mar e por aventuras. Estudante em Lisboa, no verão regressa a casa e leva-nos a conhecer os pequenos paraísos da Ria Formosa.

Embarcámos na Fuzeta e logo mais à frente avistámos a ilha com o mesmo nome. Gui contou-nos que devido à subida do nível do mar as casas existentes tiveram de ser demolidas. Seguimos. No céu os ostraceiros esvoaçavam e anunciavam que estávamos a chegar aos viveiros das ostras. A Ria Formosa fornece a água e as microalgas ideias para alimentar estes moluscos. 

Viveiros de Ostras

Mais à frente avistámos Armona e navegámos até à Barra com o mesmo nome. Aí deu-se o primeiro de muito mergulhos depois de uma caminhada num quase desértico areal. Como se a praia fosse só nossa. Aquele sonho de um dia quente de verão: Nós, a areia dourada e o imenso azul salpicado com diferentes embarcações. Por mim tinha ficado naquele sossego o resto do dia mas Gui chamou-nos e  zarpámos em direção à ilha do Farol. 

Barra da Armona

Lá, para além de uma bonita praia (que estava cheia) a ilha tem uma pequena povoação de habitantes, restaurantes charmosos e, claro, o ex-líbris do local, o farol. Almoçámos na praia e depois lançámo-nos num passeio pelas ruas de simpáticas casas de veraneio onde o cheiro a peixe grelhado adivinhava almoços nos alpendres. A próxima paragem estava marcada. Seria na Ilha Deserta. 

Ilha do Farol

Ilha do Farol

UAU! Eu tenho muita dificuldade em descrever o belo. Sinto-o mas não o consigo expressar. Aqui recolhemos alguns tesouros para construirmos memórias de uma água morna que acariciou o corpo e de uma areia macia que massajou os nossos pés. "Podemos ficar Gui? Só mais um bocadinho?" Mas ainda íamos fazer uma breve visita à Culatra E assim de corpos molhados voltámos a entrar no barco sem grandes preocupações porque a brisa da tarde preparava-se para nos secar. 

Ilha Deserta

Já a antever o final do passeio, a Culatra recebeu-nos. Esta paragem não estava prevista, mas Gui acedeu ao pedido de alguns dos participantes deste passeio, e ainda bem. Calma, muita calma... aqui o tempo corre, mas devagar. Ruas estreitas, pequenas lojas, casas bonitas, conversas nos cafés das esquinas. 

Ilha da Culatra

Ilha da Culatra

E estava escrita a história da nossa viagem de ilha em ilha. O regresso fez-se calmamente observando as aves que escolhem a Ria Formosa para morar, "espiando" as embarcações fundeadas e os caranguejos irrequietos a escavarem as suas galerias.

Espero que tenham gostado da sugestão de um dia de verão por terras do sul.
Continuação de boas férias para quem ainda anda de chinelos nos pés e bom regresso ao trabalho, para quem (como eu) já se prepara para novos e bons desafios.

*****

A 'Rota do dia Todo', tem um custo de 50€ por pessoa e realiza-se sempre que haja um número mínimo de participantes (5). O barco sai da Fuzeta às 10h30 e regressa às 17h30.

Rosarinho

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.