Surfer Wall

Surfer wall

Apesar de ter nascido perto da praia e em terra de surfistas nunca fui fã deste desporto. Acho admirável a forma como dançam com as ondas e a coragem de se entregarem neste corpo a corpo com uma força da natureza. Mas nunca fui pessoa para querer assistir a um campeonato, nunca fui pessoa de ficar sentada no areal a admirar o dueto entre ser humano e o mar... até agora! 
Na minha visita à Nazaré, tudo mudou.


Confesso que a visita ao Forte de São Miguel Arcanjo, o contacto com a Praia do Norte e o silêncio adormecido do Canhão da Nazaré tiveram um efeito em mim, que não consigo explicar. A verdade é que regressei desta vila de pescadores e surfistas com uma vontade enorme de voltar para assistir aos grandes campeonatos. E a época das ondas XXL já começou. O Canhão acordou!

Já ouviram falar da exposição permanente do Forte de São Miguel Arcanjo, "Surfer Wall"? Acho que foi na visita a este projeto museológico que a magia aconteceu e que me rendi completamente a este desporto.

A exposição de pranchas oferecidas pelos atletas que enfrentam heroicamente as grandes ondas da Nazaré, levou-me a surfar por um mundo incrível. Um misto de beleza inexplicável e de respeito profundo por esta força que se eleva até aos 24.38 metros! Este é o número do atual recorde mundial que está nas mãos do brasileiro Rodrigo Koxa.

"Minha primeira vez na Nazaré foi no swell histórico de 2013. No ano seguinte, no dia 11 de dezembro de 2014, encontrei as maiores ondas que já vi em toda a minha vida..."


O seu antecessor, o embaixador das ondas da Praia do Norte, Garrett McNamara também tem um lugar muito especial neste "wall of fame". A sua prancha verde impõem-se na parede envelhecida do Forte. A onda com 23,78 metros que ele domou com a sua fibra e garra, como quem conquista  um sonho, ficará para sempre na história. Foi este peito aberto perante Adamastor que colocou a simpática e bonita Nazaré no mapa dos surfistas e a projetou para o mundo.

"Todos os meus sonhos tornaram-se realidade na Nazaré. Nunca é cedo nem tarde demais para encontrares a tua paixão e viveres os teus sonhos."

Surfer Wal - Garrett Mcnamara

Mas por este mural de grandes nomes, também estão portugueses. Foi na Praia do Norte, em 2011, que António Silva - Tiger - surfou as maiores ondas da sua vida. Foi o primeiro português a ser finalista da Billabong XXL Global Big Waves Awards.

"Os alpinistas têm o Evereste e os surfistas têm a Nazaré."

Surfer Wall

Foi ali, naquele lugar onde a onda mais selvagem forma, na sua espuma, um coração perfeito que me apaixonei pelo surf. Foi ali onde existe um dos maiores canhões submarinos da Europa que encontrei a paz num mar de perder de vista. Foi ali onde a vila da Nazaré honra os surfistas que procuram a superação nas ondas da Praia do Norte que prometi a mim mesma voltar para sentir de perto a força do mar e daqueles que com ele bailam!


Rosarinho

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.