Bons Sentimentos, by Marisa Pedroso


Com a quantidade de coisas que temos para fazer e circunstâncias com as quais temos de lidar, muitos de nós, perdemo-nos e ficamos num estado de desespero, desorientação e temos até sentimentos de fracasso! 

O que fazer, então, para manter algum nível de serenidade no nosso interior, que nos acompanhará em cada dia e ao longo das nossas tarefas?

E quando temos de enfrentar situações e/ou pessoas desagradáveis? 

Precisamos de criar uma estrutura em nós e muitas pessoas não a têm, por exemplo, porque os pais eram muito nervosos e negativos, porque estão em casamentos sem sentido, porque têm um chefe rude e colegas demasiado competitivos, porque têm uma doença grave, porque perderam alguém muito importante, porque se sentem sós e/ou incompreendidos... Tudo isto e muitas outras situações aqui não referidas e de cada um, é válido e humano, faz parte do sentido da vida! Mas é indispensável fazer um trabalho interior, que não nos ensinam na escola, e selecionar o que é mesmo nosso e o que corresponde a pressões impostas.

Essa estrutura interior pode ganhar-se sozinho e/ou através de alguma orientação espiritual, natural e humana! Quando a ganhamos, muitas coisas, que tinham extrema importância deixam de ter, começamos a entender o que realmente importa para nós. 

Uma pessoa que tem um fio condutor não necessita de corresponder ao que todos precisam, porque há uma segurança dentro que a faz respirar bem e calmamente e dá-lhe sensações de que está tudo bem mesmo quando parece que o mundo à volta está a desabar. 

O Templo Interior é um lugar de que temos de cuidar com amor e carinho para que a nossa luz nunca se apague.  Para isso, precisamos ter vontade, ter pensamentos disciplinados e ações de acordo com o que sentimos por dentro. 

Para começar, vamos juntos fechar os olhos e pensar numa coisa em que acreditamos verdadeiramente, um valor pessoal que nos acompanha desde sempre, por exemplo, o amor, a amizade, a honestidade, a franqueza, a gratidão, a cooperação... Todos nós temos um valor que nos acompanha desde sempre e que, graças a ele, muitas vezes, olhamos à nossa volta e sentimos que o mundo está perdido! Essa sensação é de quem tem um princípio de que precisa ser conduzido! É alguém cheio de potencial e capaz de vencer e que tem pelo menos a ponta do fio condutor que vai montar a estrutura do Templo Sagrado!

Pense nisso com Bons Sentimentos!

Marisa Pedroso

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.