A Minha Vida em... Música

A Minha Vida em... Música frankie chavez miúda com guitarra armazém de ideias ilimitada

Para começar, simplesmente adoro a forma como ele se descreve na sua página oficial de Facebook… “Blues, Rock’n Roll, Folk with a portuguese soul…” Porque é mesmo isto! É muito isto! Oh yeeeah!

Quem conhece, já percebeu de quem estou a falar. Aos mais distraídos, ok, desta vez deixo passar, mas a partir de hoje ninguém tem desculpa para não saber quem é… Frankie Chavez!

Já partilhei num outro post que aqui escrevi há mais ou menos 1 ano, a propósito de um concerto no Trindade, como me cruzei com a música de Frankie Chavez. A culpa é toda do meu grande amigo Marco Coelho! Sim, o meu amigo ‘Marinho’ (só eu é que posso chamar-lhe assim, ok)! ;-) E a verdade é que estas coisas marcam-nos para a vida. É que fazer amizades, das verdadeiras, no local de trabalho é coisa rara. Daquelas que nos conhecem como ninguém, que, mesmo estando longe agora, temos sempre no pensamento e sabemos que também pensam em nós. E, quando o Marco me disse, “Piquinita, ouve lá isto! Acho que vais gostar!” ele já me conhecia tão, mas tãaaaao bem! :-)

A verdade é que fiquei de imediato rendida (não há outra forma de o dizer) a “Family Tree”, o álbum de estreia deste músico multi-instrumentista fantástico! É que Frankie Chavez é a personificação, todo ele, o good old rock’n’roll com ‘aquele’ toquezinho de folk e blues simplesmente maravilhoso! Foi amor à primeira… audição! Antes de “Family Tree”, já tinha lançado um primeiro EP, do qual saiu o single “The Search” que foi a música oficial do Rip Curl Pro Search 2009, em Peniche. E o que dizer de “I Don’t Belong Here”, também incluído neste EP!? Os álbuns que se seguiram são “Heart & Spine” (2014) e “Double or Nothing” (2017), ambos com o género rock’n’roll mais vincado. 


Desde então, já tive o privilégio de ver atuações de Frankie Chavez ao vivo, creio, 3 ou 4 vezes. E como já aqui vos disse, da última vez por ocasião do espetáculo "Frankie Chavez apresenta Double or Nothing – Há Música no Trindade", toda a gente deve assistir a um concerto pelo menos uma vez na vida. É que não é apenas um concerto, é toda uma experiência na qual Frankie Chavez e as suas guitarras se tornam um só, quando a solo, bem como quando se junta a outros nomes sonantes do panorama musical nacional provocando uma poderosa explosão de rock’n’roll, como a que assisti neste concerto no Trindade.


Dito isto, o exercício de escolher 1, e apenas 1!!!, música do Frankie Chavez para falar é muuuuuito difícil. Porque eu gosto de todas! Eu gosto muito desta onda! Tudo o que este homem faz soa ao que de melhor pode ser realizado em termos musicais! Estão a ver o drama, né?! Acreditem, é mesmo este exagero de admiração pelo trabalho de Frankie Chavez! Caramba, ainda por cima é um músico português!

Por isso, vou dar-vos um ‘presente de Natal’ antecipado e brindar-vos com não 1, nem 2 nem 3, mas 4 músicas de Frankie Chavez, tentando fazer aqui uma perspetiva (mais ou menos) da sua evolução, mantendo sempre a sua essência! Lá mais atrás já têm o vídeo de “The Search” e de “Fight”, do álbum “Heart & Spine”, e agora aqui para o final deixo-vos com os vídeos da sua versão de “I Believe I’ll dust my broom”, do álbum “Family Tree” e que já foi o meu toque de telemóvel durante muito tempo, e de “My Religion (feat. Sam Alone)”, saído de “Double or Nothing”.

É que, afinal, isto é A Minha Vida em… Música!

Susana Figueira


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.