O Mundo dos Livros, by Anna

Um Cântico de Natal, Charles Dickens

Um Cântico de Natal
Charles Dickens

Queria, neste mês de dezembro, ler um livro relacionado com esta época tão especial e não podia ter escolhido outro senão o mais natalício de todos - "Um Cântico de Natal", de Charles Dickens - de onde saíram incontáveis adaptações cinematográficas, teatrais e televisivas. De uma ou de outra forma, muitos de nós conhecemos os aspetos centrais desta obra clássica, mesmo sem termos lido o livro. 

Este conto para crianças e adultos, escrito em 1843, teve a intenção de mover consciências na época vitoriana e consegui-o de forma efetiva. Nesta obra, Dickens apresenta-nos um dos personagens mais icónicos da literatura mundial, Ebenezer Scrooge, um homem avarento e taciturno, cheio de dinheiro que não mantém relações afetivas com ninguém.

E é na véspera de Natal que esta história começa, quando Scrooge recebe a visita do fantasma do seu falecido sócio, Marley, que o avisa da futura visita de três espíritos: O espírito do Natal passado, o do presente e o do futuro. É com estas três visitas, e com o que elas lhe vão mostrar, que Ebenezer vai compreendendo como passou de ser uma criança feliz e simples a um homem avarento, consequência de uma série de decisões erradas que foi tomando ao longo da sua vida. Apercebe-se, também, como as pessoas em seu redor são felizes, mesmo tendo poucas posses, e sem lhe guardarem rancor, mesmo quando ele as trata mal. São os espíritos que lhe indicam que se não modificar a sua maneira de ser, morrerá brevemente e em profunda solidão.

É com estes encontros fantasmagóricos que o nosso amigo Scrooge chegará a conclusões e decisões interessantes...

Se já conhecem as diferentes versões cinematográficas, mas nunca leram o livro, recomendo vivamente que o façam. Nele descobrirão nuances e detalhes que vão mais além do vistoso e enigmático. Não é em vão que Dickens, como muitos saberão, foi um escritor interessado em refletir nas suas obras os dolorosos estragos (trabalho infantil em condições terríveis, miséria angustiante, famílias miseráveis, trabalhadores escravizados) que a Revolução Industrial causou na Inglaterra daquela época.

Em "Um Cântico de Natal" somos transportados para uma Londres vitoriana, onde conheceremos as diversas facetas de uma das mais importantes celebrações do mundo, o Natal. Dickens propõe-nos reflexões sobre a vida, amizade, a família e, sobretudo, a importância da solidariedade.

Esta obra não só fez com que o nome de Charles Dickens ficasse para sempre vinculado à época natalícia, mas também ajudou a mudar a sociedade vitoriana, aumentando a consciência das pessoas em relação à situação dos mais desfavorecidos e incentivando a caridade e a generosidade.

"Um Cântico de Natal" é um livro que deveria ser considerado um hino a esta festividade. Em minha opinião, um livro imprescindível que todo o mundo deveria de ler, pelo menos, uma vez na vida.

Um Feliz Natal e boa leitura!
Anna

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.