Um Natal diferente

Santiago do Cacém

Este ano o Natal foi diferente. Foi um Natal longe de casa, tranquilo, romântico e gastronómico. Outubro, novembro e as primeiras semanas de dezembro foram muito desafiantes (uma forma simpática de dizer que foram dias que exigiram muito de mim e deixaram as minhas reservas de energia nos limites). Por isso decidi que queria um Natal mais calmo, longe de tudo e de todos. Precisava disto. Precisava de me (re)equilibrar. 

Vou contar-te como um Natal diferente (longe da família e da tradição) pode ser igualmente fantástico.


Município de Santiago do Cacém
Câmara Municipal de Santiago do Cacém

Um Natal Tranquilo
Este ano senti muita necessidade de sair. De fugir da confusão dos lugares comuns. Eu gosto de ambientes animados, cheios de energia. Gosto do pulsar da cidade e da loucura da minha agenda (ela tem vida própria, sabias?). Mas este ano o meu corpo teve uma conversa muito séria comigo e disse-me que precisava de parar. Então decidi fazer uma coisa que há muito tempo desejava. Largar tudo e tirar uns dias só para mim. O Natal pareceu ser a altura perfeita. Beijos e abraços à família e lá fui eu com o J. (claro), rumo a um lugar onde o tempo passa mais devagar, onde se pode olhar o céu e o mar com calma, observar a paisagem com o coração a bater tranquilo, acordar com o cheiro a bolos acabadinhos de fazer. Santiago do Cacém, na Costa Alentejana, acolheu-nos de braços abertos (aquela gente é muito especial). Na bagagem, levei uma estadia num hotel dedicado à gastronomia, leituras, e uma vontade enorme de relaxar... e passear. 


Castelo de Santiago do Cacém
Castelo de Santiago do Cacém de origem Árabe, reconstruído pelos Templários

Igreja Matriz de Santiago do Cacém
Igreja Matriz de Santiago do Cacém
Castelo de Santiago do Cacém
Castelo de Santiago de Cacém

Santiago Hotel Cooking & Nature
Restaurante À Terra - Santigo Hotel Cooking & Nature
Um Natal Romântico
Sim, agora vem a parte mais lamechas do post. 2018 tem sido um GRANDE ano, mas tanto eu com o J. temos passado pouco tempo juntos. Ter um emprego e manter um blog não é fácil, é muito exigente, especialmente se o fazemos com dedicação e com uma grande dose de amor. O horário do J. agora é mais desafiante. Isto de ter uma Clínica de Fisioterapia tem muito que se lhe diga. Sai cedo, entra tarde, cansado (feliz), mas cansado. Durante a semana temos muito pouco tempo para estarmos na companhia um do outro. Ao fim de semana, por vezes, tenho de preparar material para o blog (isolo-me no meu habit criativus) e o J. fica na sala a ler ou a ver as suas séries favoritas. Na mesma casa, mas distantes... (estás ver?). Estava na hora de uma escapadinha romântica. Estarmos juntos até nos fartarmos (risos). O menino Jesus abençoou estes nossos dias e o Pai Natal ofereceu-nos uma experiência diferente numa época em que é preciso sentir e viver cada minuto, acreditando que o espírito Natalício pode e deve ser replicado pelos 360 e tal dias do ano. Passeámos, rimos, fizemos asneiras, brincámos, tirámos muitas fotos (mas não posso partilhar, porque tu saber que o J. ama o anonimato), conhecemos pessoas muito interessantes e observámos o mundo à nossa volta de mãos dadas.

Passeio das Romeirinhas, Santiago do Cacém
Eu num Mupi no Passeio das Romeirinhas


Praia da Costa de Santo André
Praia da Costa de Santo André

Ruínas Romanas de Miróbriga
Ponte Romana de Miróbriga
Um Natal Gastronómico
Bom, todos os Natais são gastronómicos e muitas vezes exagerados!  E este foi passado no Santiago Hotel Cooking & Nature. Fomos bater à porta certa! Tivemos a atenção de toda uma equipa dedicada. O seu objetivo: dar-nos muitos mimos e tornar esta nossa experiência inesquecível. O hotel é elegante, está muito bem situado, rodeado de verde e de uma vista linda para Santiago do Cacém, cidade ocupada por árabes, reconquistada por cristãos e doada à Ordem de Santiago da Espada. A receção exibe utensílios de cozinha e basta um olhar mais além e já estamos com a atenção presa na azáfama do chef e do seu staff. Ao redor estende-se o restaurante "À Terra" que prometia dias de refeições deliciosas, ligadas às tradições e cultura Alentejana. E o nosso quarto... nem sei o que escrever... dava vontade de o trazer para casa! Era tão mimoso! E aquelas espreguiçadeiras com vista para o Castelo? Todos os dias tínhamos chá e café no quarto. Sabe tão bem depois de um dia de passeio, verdade? Queres que te fale dos pequenos almoços?  Pão em forno de lenha, bolo caseiro, compotas artesanais, crepes feitos na hora (quentinhos e deliciosos), sumo de laranja natural e os croissants? Que pecado! Posso falar na ceia de Natal? Mesa junto à lareira e depois todo um desfile de pratos confecionados com o coração. Tenho a certeza que comi o melhor Bolo Rainha de sempre!


Santiago Hotel Cooking & Nature
Santiago Hotel Cooking & Nature

Santiago Hotel Cooking & Nature
Santiago Hotel Cooking & Nature
Restaurante À Terra

Santiago Hotel Cooking & Nature
Santiago Hotel Cooking & Nature


Santiago do Cacém
Vista do quarto

Santiago Hotel Cooking & Nature
O quarto

Santiago Hotel Cooking & Nature
Algumas das iguarias da ceia de Natal
Restaurante À Terra
Este Natal a tradição sofreu algumas adaptações. Fundi a tradição com o que o meu coração pedia. Esta miúda precisou de fazer diferente. Foi um Natal em família, mas em número reduzido - dois! Na cozinha também se preparam iguarias, mas ficámos do lado de fora a apreciar. A Árvore de Natal não tinha bolas nem fios, era decorada com pratos chávenas e muitos utensílios de cozinha. E a troca de presentes não foi à meia noite... foi ao longo de 4 dias na companhia um do outro!


Santiago Hotel Cooking & Nature

Como foi o teu Natal?

Rosarinho

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.