A minha vida com um PT #5

sapatilhas Kalenji


Hoje apeteceu-me voltar ao tema treinos. Não sei se inspirada pela Susana que no domingo de Carnaval fez a meia maratona de Cascais (és a minha heroína!), ou se por o meu PT ir participar na sua primeira maratona em abril (és o meu herói!). A verdade é que os meus treinos continuam a acontecer apesar de algumas cenas chatas, que já vos passo a contar e por isso hoje é dia de a minha vida com um PT. Já estavas com saudades destas minhas aventuras, não estavas?

À espera da primavera e dos dias longos
Tanto eu como o Bruno (o meu querido PT) já fazemos planos para os dias longos com pores-do-sol de cortar a respiração e tardes com temperatura amena. Queremos descentralizar os treinos. Sair do meu 'bosque encantado' e da ciclovia perto de casa e arriscar outros locais, para tornar a corrida, os agachamentos, os abdominais e as flexões mais animadas. Adoro o local onde treinamos, não tenhas dúvidas, mas experimentar outros sítios também tem o seu encanto. Até já combinámos um treino de caminhada desportiva da Ribeira das Vinhas ao Pisão! Eu acho que vai ser brutal! Estes dias longos, também vão ser perfeitos para tirar fotografias com qualidade! Isto de treinar sob o feitiço da lua pode ter o seu encanto mas não resulta quando quero partilhar contigo fotografias das minhas figuras!

à procura da primavera

dia de treino


Esta vidinha com o PT tem sido assim...
Mantenho os dois treinos por semana e só muito excecionalmente treino mais um dia (a loucura). É que o J. voltou a correr! E então junto-me a ele sempre que posso (um complemento ao treino com o PT). O São Pedro tem andado numa fase de tréguas (até ontem!), portanto os nossos treinos têm mantido a assiduidade. Durante a semana o treino alterna entre corrida (5 ou 7 km... conforme a disposição da miúda... tenho um PT amoroso), trabalho de força de pernas, velocidade de reação, trabalho funcional de coordenação desportiva, marcha desportiva, trabalho de força e intensidade de braços. Estamos a cumprir os objetivos estabelecidos no início desta época. Consigo manter-me em forma (pensamento focado no bikini) e sinto que o meu corpo está agradecido por eu o mimar desta forma. O Bruno acredita que me posso tornar uma iron girl (e eu acredito no Pai Natal). Tudo poderia ser um mar de rosas... não fosse uma lesão que tenho atualmente no meu braço direito. 

dia de treino


Ah! Maldito rato que me lixaste o braço
Isto de estar horas ao computador tem sempre um lado muito perverso. Neste caso foi o lado do rato... o direito. J. diagnosticou-me uma tendinite no músculo deltoide e proibiu-me de fazer esforços até estar totalmente curada. Ora bolas, agora que os braços estavam a ficar no ponto! O meu PT teve de se conformar com a esta minha maleita e já adaptou os nossos treinos. Mas a miúda não tem muita paciência para este tipo de lesões maçadoras, chatas e irritantes!!! Esta dorzinha afeiçoou-se ao meu braço mas eu não me afeiçoei a ela e portanto já lhe dei ordem de despejo. Não sei o que é que ela ainda não percebeu! Isto incomoda. Alivia com o tratamento e com kinesio tape mas não passa de um dia para o outro.  E eu estou a ficar sem paciência!

kinesio tape


Duas novidades...
Comprei umas sapatilhas novas. As que tinha já levavam muito quilómetros na bagagem e por mais que gostasse delas, insistir em tê-las como companheiras de treinos poderia ser prejudicial. Dei-lhes reforma. Desta vez decidi experimentar uma marca da Decathlon, a Kalenji. J. ajudou-me na escolha e até agora estou satisfeita. São leves e absorvem bem os impactos. Vamos ver como me sinto com a continuação dos treinos. A outra novidade tem a ver com a alimentação. Mudei o meu regime alimentar e parece que isso se tem refletido de forma positiva no meu desempenho desportivo. Esta foi uma resolução que tomei com muito entusiasmo.  Há 31 dias que estou a seguir este regime e parece que o meu organismo tem-se adaptado bem. Mas falaremos disto num outro post, lá mais para a frente. Pode ser?


sapatilhas kalenji


Última nota
Tenho que te contar que o meu PT vai correr pela primeira vez uma maratona em abril. Estou muito feliz por ele e vou apoiá-lo ao máximo, porque sei o que representa este desafio. Tenho acompanhado o seu percurso que tem vindo a crescer de prova para prova. Ele esforça-se, ele acredita, ele é focado, ele AMA correr! Às vezes podemos pensar que ele exagera! Treina demais, não descansa. Mas eu conheço o Bruno e sei que para ele a corrida é sinónimo de liberdade. Ele sente-se verdadeiramente feliz enquanto papa quilómetros. E esta estreia em Aveiro na maratona só podia ser em abril... mês da liberdade! No dia 28 ele vai correr com uma t-shirt muito especial. Nela estarão estampadas as marcas que acreditam nele e na sua força de vontade. Já estás a adivinhar? O logótipo do Armazém vai estar escarrapachado para que todos saibam que nós estamos com este miúdo valente (e que por acaso, só por acaso é meu PT).


a correr


Rosarinho

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.