Writing Maps, liberta-te de bloqueios

Writing Maps


A partir de hoje esquece a expressão "bloqueio criativo".


De vez em quando este é um mal que chega devagar e que nos ataca pelas costas, à traição. A Susana foi vítima recente de um destes ataques. Já está curada, graças a Deus, mas caso não estivesse, eu resolveria o assunto. Os Writing Maps do Shaun Levin são a cura para os bloqueios criativos. Esta foi uma descoberta recente, graças à querida Andreia Moita que num belo dia fez umas stories no seu Instagram sobre estes mapas maravilhosos que nos permitem levar a inspiração dentro da mala, no bolso ou na cesta de praia (caso o verão resolva dar o ar de sua graça). Liberta-te de bloqueios e continua a ler!

Writing Maps


Ficar bloqueada é lixado!


Para quem gosta de escrever, como eu, parece que tenho sempre assunto, mas não é verdade. Aliás, até posso ter assunto mas como o transformo em palavras apetecíveis de serem lidas, ou devoradas? Muitas vezes ando às voltas, às voltas (até fico tonta) para encontrar o rumo que quero dar a um texto. E nem sempre a coisa sai como eu queria. Parece que falta tempero, fica insonso. Quero que as palavras certas saiam mas elas, preguiçosas, teimam em ficar quietas no sofá da imaginação a fazerem zapping. A verdade é que depois do Workshop de Escrita Criativa da Laura Mateus Fonseca, no Museu do Oriente, tudo ficou mais fácil e descomplicado. E os Writing Maps vieram complementar as aprendizagens. Prometo que no final deste post irei partilhar um excerto (inédito) de um texto que escrevi, resultado de uma das sugestões do writing map chamado  "The City of Inspiration".


Writing Maps


Mas afinal, o que são Writing Maps?

Para começo de escrita, são lindos de morrer. Há mais de vinte anos que Shaun Levin, autor premiado, ensina a escrever em faculdades e escolas e realiza workshops em livrarias, galerias, cafés, etc. O Shaun criou estes maravilhosos Writing Maps (verdadeiras obras de arte) em parceria com ilustradores e designers de várias partes do mundo. Eles existem para nos ajudarem a desbloquear a criatividade, para nos ajudarem a transformar pessoas, lugares e objetos em memórias e grandes histórias. São práticos, podes levá-los contigo em viagens, ou passeios; podes usá-los em casa ou na tua pausa de almoço; podes divertir-te a escrever a solo ou em grupo... É o que tu quiseres!
Cada mapa (e são muitos) contém, pelo menos, 12 sugestões/ideias de escrita que libertarão a tua imaginação para voos inimagináveis. Eu comprei o "City Inspiration" (Cidade da Inspiração) e o "How to Turn Food Into Words" (Como Transformar Comida em Palavras). Mas há mais! Espreita aqui. Estou com imensa vontade de comprar: "Writing Art" (Escrevendo Arte), e o "Write Around the Bookshop" (Escrever ao Redor da Livraria). A Susana vai receber uma prendinha da minha parte. Encomendei o mapa "Writing Things: Writing Prompts for the Things We Carry" (Escrevendo sobre Coisas que Trazemos Connosco) para o caso de ela voltar a sofrer novo ataque ou simplesmente para escrever coisas, ainda, mais giras.

Writing Maps


O Destino da Estrada Estreita

Tal como prometido, aqui está um excerto de um inédito da minha pessoa inspirado no desafio do Shaun: "Encontra uma pintura antiga ou um postal de parte da cidade que mostre como ela era há cerca de 100 anos. Escreve sobre as pessoas, os edifícios, os objetos, os animais presentes na pintura ou no postal..." Na minha mais recente viagem (Ilha da Madeira) não comprei uma pintura antiga mas um postal bem velhinho foi o mote para este Destino da Estada Estreita:

Ela não queria que aquela viagem acabasse. Pouco importava o cansaço que trazia no corpo e na alma. Pouco importavam as curvas e contra-curvas que por vezes lhe reviravam o estômago. Hoje a viagem era especial. Uma verdadeira autoestrada para o céu. Se morresse ali morreria feliz. Roeu as unhas e o seu olhar brincava entre a paisagem e o espelho retrovisor. Sabia que se os seus olhos cruzassem os dele a sua vida faria uma curva mais apertada para depois encontrar a plenitude de um jardim de estrelícias. 


E agora que já sabes o que são os Writing Maps diverte-te e escreve!

Rosarinho


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.